quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Dia Mundial da Poupança

DIA MUNDIAL DA POUPANÇA

Dia 31 de outubro é assinalado como Dia Mundial da Poupança.

Com o intuito de alertar os consumidores para a necessidade de disciplinar gastos e amealhar alguma liquidez, evitando situações de sobreendividamento, o Dia Mundial da Poupança surgiu em Outubro de 1924, durante o primeiro Congresso Internacional de Economia, em Milão.
De acordo com diversos estudos, e contrariamente àquilo que seria expectável, é nas épocas de crise que se registam os maiores índices de poupança.
Apesar da grave crise que assola Portugal, os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) indicam que, desde dezembro de 2009, a taxa de poupança das famílias tem aumentado entre 0,10 e 0,15 pontos percentuais em cada trimestre. Segundo o INE, no segundo trimestre de 2013 a taxa de poupança situou-se nos 13,6%, enquanto no trimestre anterior tinha sido de 13,4%.
Ainda que o rendimento das famílias tenha diminuído 0,3%, registou-se um aumento da poupança dado que a quebra do consumo foi ainda superior, concretamente menos 0,5%. 
É de referir que no ano em 2000 a taxa de poupança era apenas 8% do Produto Interno Bruto.

ALGUMAS SUGESTÕES DE POUPANÇA PARA ESTE DIA…E SEGUINTES

FAMÍLIAS
 Fazer o orçamento familiar, mensal e anual (discriminar rendimentos e despesas; a diferença deve dar saldo positivo, ou seja, as despesas serem inferiores aos rendimentos);
    Fazer a lista das compras (da lista consta apenas aquilo que faz falta e para o qual, no momento, existe disponibilidade financeira); deve-se ser fiel à lista;
    Comparar preços (por marcas e por tamanho das embalagens);
   Tenha em atenção que: Caro não é sinónimo de qualidade! Por isso, opte pelo mais barato (ex: marca branca), desde que satisfaça as suas exigências;  
   Não ir às compras com fome nem fazê-las apressadamente (a pressa dificulta as comparações, logo torna mais difícil fazer as melhores escolhas);
   Racionalizar consumos de água, eletricidade e gás: não deixar a torneira a correr enquanto se barbeia, escova os dentes ou lava a louça; tomar duches rápidos em vez de banhos de imersão; utilizar as máquinas de lavar com a carga máxima, em programas mais curtos e a baixa temperatura; use lâmpadas economizadoras e opte por eletrodomésticos de Classe A (+, ++, +++); evite os consumos em stand by, ou seja, ter equipamentos ligados sem utilização - deve desligar da corrente, por exemplo, através do botão da tomada corta corrente;
    Tente pagar as contas assim que as recebe (ou logo que possível);
Defina um montante mensal de poupança, pondo esse valor de parte logo no início do mês; aconselha-se o equivalente a 10% do rendimento (ou outro valor que consiga poupar).

FILHOS
    Desde cedo, devem ter um mealheiro, incentivando-se assim a poupança;
    Atribuir uma semanada (ou mesada, quando são mais velhos), cujo valor é definido pelos pais, de acordo com aquilo que consideram ser razoável;
    Definir tarefas e fixar objetivos que possam cumprir (fazer a cama, arrumar o quarto, ajudar a pôr a mesa, deixar o material escolar preparado para o dia seguinte antes de deitar…);
 Não remunerar tarefas: estas são uma obrigação e fazem parte do processo de responsabilização;  
    Presentes só em datas especiais;
    Incentivar a doar roupa e brinquedos que já não utilizam (cidadania responsável).

CRÉDITOS
  Cuidado com os créditos! Antes, deve avaliar todas as implicações: juros, duração, se o orçamento suporta mais esse encargo, etc.;
    Evite fazer créditos para pagar despesas correntes;
    Nunca fazer créditos para pagar outros créditos (efeito bola de neve);
Tenha em atenção que a Taxa de Esforço, ou seja, a parte do rendimento destinada a créditos, não deve ultrapassar os 35% (mas a partir dos 30% já deve estar alerta!).

TENHA EM ATENÇÃO QUE:

- A POUPANÇA é a sua almofada de segurança, para fazer face a qualquer imprevisto.

- A POUPANÇA implica esforço, mas não deve ser encarada como algo impossível.

- Por isso, defina objetivos RAZOÁVEIS de poupança.

Aceder às emissões da RCS sobre Literacia Financeira, com a participação do SMIC:
Orçamento Familiar emissão de 23 de maio de 2013
Educação Financeira para Crianças emissão de 6 de junho de 2013
Estruturação dos Créditos emissão de 20 de junho de 2013
Dia Mundial da Poupança emissão a 24 e 31 de outubro de 2013


Postado por: Manuel José Sargaço